quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Alma Pagã

"O ímpeto de crescer e viver intensamente, foi tão forte em mim, que não consegui resistir a ele.
Enfrentei meus sentimentos. A vida não é racional! É louca e cheia de mágoa.
Mas não quero viver comigo mesma.
Quero paixão, prazer, barulho, bebedeira, e todo o mal.

Quero ouvir música rouca, ver rostos, roçar em corpos, beber um Benedictine ardente.

Quero conhecer pessoas perversas, ser íntima delas. Quero morder a vida, e ser despedaçada por
ela. E estava esperando.
Esta é a hora da expansão, do viver verdadeiro.
Todo o resto foi uma preparação.
A verdade é que sou inconstante, com estímulos sensuais em muitas direções.
Fiquei docemente adormecida por alguns séculos, e entrei em erupção sem avisar."

Por Anais Nin -

Descreve a alma da mulher pagã, da Deusa adormecida dentro de cada uma de nós, Sacerdotisas da Grande Mãe, essa mistura tão inebriante de virtudes e defeitos que faz de nós seres tão fascinantes e misteriosos. Somos capazes de criar guerras, de gerar vidas ou acabar com elas. Grande é o poder que reside no mistério de ser mulher.
Somos as Conselheiras Sábias de nosso clã, a Curandeira, a Parteira, a Guerreira, o elo entre os mundos, somos livres para ser o que desejarmos.
Ouse ouvir a voz de sua Deusa Interior, deixe sua Mulher Selvagem, sua Loba uivar, correr livre pelos campos... viva... ame... sinta... não se contenha, deixe-se transbordar, flua com as águas do Útero da Grande Mãe, no movimento das marés que seguem a Mãe Lua.
Não tenha medo de ser você, o medo nos limita, cria impossibilidades imaginárias e ilusórias.
Seja você, simplesmente Mulher...

)0( Sianna Mab - Babi Guerreiro )0(

2 comentários:

([salix sam]) disse...

Inspiração pro meu dia ler seu post hoje *-* como filhas Daquela que é eterna devemos viver tudo que somos...sem medo de olhar nosso interior...buscando integridade e plenitude de ser =) quem verdadeiramente somos.

BB
)O(

Laila disse...

"Me nego a viver em um mundo ordinário como uma mulher ordinária a estabelecer relações ordinárias. Necessito o êxtase. Não me adaptarei ao mundo. Me adapto a mim mesma!" Anais Nïn

VC FOI PERFEITA EM RELAÇÃO AO QUE ESCREVEU!

PARABÉNS!

DEIXO AQUI UM POUQUINHO DE ANAIS UMA MULHER LIVRE E INTENSA COMO NÓS!