sábado, 12 de março de 2011

Reflexão numa madrugada de quase Outono...

Estou entrando num período que gosto muito, a parte escura do ano... e em especial Mabon, o momento da Colheita, e o momento em que a Ceifadora passa pelos campos, ceifando, retirando.
Sou uma virginiana resignada, analiso todo o tempo todo mundo e principalmente à mim mesma, vivo numa eterna mutabilidade, e os dias para mim correm diferente, tenho uma percepção diferenciada do tempo.
Para fluir, mudar, evoluir é preciso antes de mais nada ver o que não é tão bom ou o que precisa ser aperfeiçoado, aperfeiçoar é a palavra chave de Virgem, e não a perfeição!
E nos últimos dias... aliás no ultimo mês, a chegada do 1º fio de cabelo branco, ao constatar mais um fim, e ao mesmo tempo viver a euforia de um novo começo me faz exultar de alegria por perceber e vivenciar a ciclicidade da vida.
Hoje consigo olhar para trás sem culpas, e olhar para frente sem medo, com uma certa ansiedade sim, um frio na barriga como tem que ser... mas plena na condição de Dona de mim mesma.
Sempre fui muito controladora, ciumenta e possessiva... e por algumas coisas ainda o sou... não sou perfeita, estou me aperfeiçoando!
Mas aprendi algo muito importante sobre isso em mim... estou mais flexível, mais acessível, mais branda... estou conseguindo me deixar levar pelas espirais, pelos momentos.
De nada me adianta querer ter ou possuir alguém... se no final o que se leva dessa vida é somente o que você foi e viveu.
Então hoje guardo tudo de mais precioso em meu coração, para que possa levar sempre comigo, todo o tempo.
Os sorrisos, as lágrimas, os abraços, beijos, afetos e afagos, cada olhar ou palavra que realmente importou.
Tudo isso é o combustível que me move, que me leva adiante e além.
Pessoas que formaram laços indissolúveis de amor e cumplicidade comigo, num dos momentos mais lindos que já vivi (eles ao lerem saberão do que estou falando).
Pessoas que confiaram seus caminhos à mim, outras que confiaram seus segredos, seus medos e duvidas.
Percebo então o quanto fui abençoada pelos Deuses em ser quem eu sou e estar onde estou, entre os cristãos eles chamam essa sensação de "Estar no Centro da vontade de Deus", é... estou exatamente ai.
É assim que me sinto... executando meu destino, vivendo meu ofício, plena e honestamente, sendo a melhor mulher que eu posso ser, e que não se conforma, não se intimida, não se acomoda.
Sou como Changing Woman... a Mulher Mutante... que gira na ciclicidade dos seus universos pessoais, sem medo de ser julgada ou apontada.
A energia do Outono para mim é isso, é resgatar lá no fundo o que está em ebulição.
Para que possa desabrochar lindamente na Primavera, mas é preciso cavar, abrir espaço, limpar o terreno... pois nada acontece sem trabalho árduo.
Na escuridão que antecede o momento do Renascimento, eu me entrego feliz e serena aos braços de Cerridwen, para repousar em seu Caldeirão da Regeneração, ouvir as Canções dos Ancestrais, dançar nas Espirais... beber do precioso Vinho dos Antigos mais uma vez. E abrir meus olhos outra vez para contemplar um novo ciclo, uma Nova Roda, Samhain está chegando. E depois de toda escuridão, da noite mais longa do ano, trazer de volta ao mundo as esperanças e sonhos com o nascimento da Criança da Promessa.
Neste momento não sou a Sacerdotisa, não sou a personificação da Deusa, sou uma filha, uma Criança da Promessa que acredita e confia em dias melhores.
Eu sou mais uma entre os muitos que caminham pela longa jornada, na trilha das rosas, sentindo o perfume das manhãs, me arranhando em seus espinhos.
Na parte escura do ano, não sou somente a Anciã... sou a filha também.
Estou morrendo... mas nunca foi tão doce a Morte, este ano será lindo Renascer em Yule.
No Solstício de Inverno, serei a Mãe que dá a Luz, mas também serei a Criança que estará enxergando um novo mundo, uma nova luz.
E com o coração pleno de amor e paz te estendo a mão...
À você que assim como eu celebra os ritmos da terra, que vê a natureza morrendo à cada dia, não temas... estou contigo!
Juntos caminharemos e voltaremos da Terra dos Abençoados, a Terra do Eterno Verão.
E contemplaremos o inicio de mais uma Jornada, mais uma Roda.

*Dedico este post em especial à Ky que aniversaria hoje. Vive sua própria Morte e Renascimento.

* À Michelle (Fréya) que vivenciou sua própria Morte e Regeneração, está vencendo a enfermidade e breve estará entre nós outra vez.

*E aos Amantes de Isis que comigo celebram a Roda do Ano mais intensa que já vivi na vida! Vivemos, dançamos e cantamos entre os mundos, com toda paixão que se pode julgar possível.



Bençãos com cheiro de chuva da manhãs de outono...

)O( Babi Guerreiro )O(

  
  

3 comentários:

Kytanna disse...

Obrigada por lembrar de mim e de compartilhar escrito tão importante; vc é uma das pessoas "distantes" que aprendi a gostar e espero muito esse ano pelo nosso encontro em Sampa!!!! =*

Diannus do Nemi disse...

Que o Outono possa derramar em todos nós suas bênçãos em pensamentos e reflexões nessa nova fase da Roda que está começando mais uma vez.

Belo texto! Voltarei mais vezes

Bênçãos!

([säm]) disse...

Babi!

Essa época é a que eu mais gosto tb =) Estou refletindo sobre essa Roda nessa Lua também. Você sente uma aceleração no tempo também? Eu me sinto como se estivesse soprando um vento daqueles que vem antes de uma tempestade...

Não sei explicar direito isso na verdade..

Tenho sentido com mais profundidade cada vez mais...É como se eu estivesse ficando capaz de sentir felicidades profundas....e tristezas profundas...tudo muito estranho pra mim...pq essas emoções agem no meu organismo alterando minha saúde.

Ai eu comprei um livro sobre o calendário Maia...e nossa! Tem coisas muito interessantes sobre a passagem do tempo...a aceleração e as mudanças.

Essa é a nossa estação =) que a Donzela possa se erguer Para ver as sementes
Que a Mãe dos grãos se eleve
Que a Mãe da terra erga os brotos do chão
Novos brotos dos tocos de árvores cortadas
Então poderemos dispensar a dor
Só assim poderemos.....

*trechinho de Suvetar alterado =D

Que a Grande Mãe possa nos reunir^^ eu quero muito te ver novamente =) provavelmente nos veremos na Conferência né?
Bjão