sexta-feira, 24 de abril de 2009

O Altar Menstrual

Finalmente farei a postagem que tanto prometi sobre o altar menstrual, um lugar sagrado, erigido pela mulher a cada menstruação, no 1º dia de seu ciclo, eu gosto de montar o meu na primeira manhã da menstruação porque já faço a coleta do meu sangue da noite, para entregar a Terra.
Sobre altar devem ser colocados simbolos ligados ao ventre e aos mistérios do sangue.
Serpentes: Representam o poder do fogo do sangue, adormecido no ventre da mulher.
Conchas: Representam o oceano primordial, poder fertilizador e germinador da àgua.
Caldeirão: E o Cálice, simbolizam o ventre da Deusa e seu poder de vida, morte e renascimento.
Yoni: Representa a essência da energia feminina e o ventre da Deusa.
Ovo: Símbolo do nascimento e da vida. Também pode representar os óvulos e a ovulação.
Vésica Piscis: Um dos simbolos mais antigos da Deusa, como Mãe Criadora de tudo.
Pedra Furada: Ligada ao ventre da Deusa por conta de seu formato e fenda.
Buzios: Ligado aos mistèrios do feminino por sua semelhança com a vagina.
Guirlanda de flores: Sua forma circular representa o circulo do renascimento.
Imagem da Deusa: Em sua versão mais antiga, como a Vênus de Willendorf
Flores e velas: Vermelhas ou prateadas.
Além desses simbolos, todos sugestões, que cada mulher tem que analisar e sentir o que em seu altar ela deve colocar...ela também pode deixar seu Jarro Menstrual, incensário, com os aromas correspondentes as deusas de sua devoção, cristais támbem ligados a Deusa ou ao poder do sangue.
Cada altar é único, e fala muito sobre sua espiritualidade e sua ligação com a Divindade. Eu por exemplo sinto o desejo de colocar meu oráculo sobre ele, para que ele receba do meu poder criativo(meu sangue), coloco meu óleo lunar com o qual unjo meu ventre. Meu 1º athame, que consagrei a Athena, que foi meu 1ºobjeto na magia, um presente cheio de simbolismo para mim, e meu talismã de proteção menstrual, que carrego na bolsa quando estou menstruada.
Além desses itens, tem meu colar menstrual, feito com um pingente de jaspe, que não tiro do pescoço quando menstruo... e meu diario da Lua Vermelha, onde anoto sonhos, sensações, periodo fertil.
Esses objetos nos ajudam a resgatar nossa conexão com nosso sangue, nos lembrando que menstruar é algo bonito e poderoso, só as fêmeas fazem isso. E diga-se que isso também é um sinal de saúde, estamos fertéis, temos que nos orgulhar desse momento.
Eu decidi compartilhar 2 fotos do meu altar com vocês para que tenham idéias à respeito de como construirem os seus, mas lembrem-se, o Altar deve ser a sua cara.
Fonte de consulta: Ritos de Passagem -Claudiney Prieto.
Aqui é onde agradeço e me uno a Ela, e entrego a essência do meu ser!

Em reverência e amor por Aquela que nos formou e é a fonte de toda a vida!

2 comentários:

Marina disse...

Babi!! Eu refiz meu blog, já virei seguidora aqui do seu! Foi muito bem te ver ontem e a todos do grupo, reecontrar os irmãos de alma é sempre muito bom!
Beijos!

Darling disse...

amei seu blog baby..amei de paixao... um bjo