segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Invocação da Deusa Tríplice

Em nome Daquela que existe nas ondas do mar,
Nas profundezas das grutas escondidas,
No farfalhar das verdes folhas
E na ardente chama das paixões,
Eu te invoco, minha Senhora,
Para me proteger e guiar.
Tú que és Donzela,
Livre e virgem por não pertencer a ninguém.
Tú que és Mãe,
Amada e procurada por todos.
Tú que és Anciã,
Que vais velar por todos nós.
Ártemis, Selene, Hécate,
Ana, Diana, Nana, Anahita, Inanna,
Astarte, Ísis, Chang-O, Brighid,
Deméter, Ix Chel, Freyja, Rhiannon, Arianrhod,
Yemanjá Odo Iyá.
Mãe Antiga, Deusa dos Mil Nomes,
Ilumina nossa vida
Com cada raio de luar.
E com o longíquo brilho estelar,
Guia-nos com amor maternal
Nesta nova jornada
De volta para Ti,
Oh, Grande Mãe.

De Mirella Faur - O Anuário da Grande Mãe.

2 comentários:

Shytarinha disse...

Passei por aqui...
Assim seja!
Linda Invocação

Ana Paula disse...

Oi Babi, estava procurando a autoria da poesia "Canta e Dança Mulher" e encontrei teu blog. Que bom... conhecer mais uma irmã que colabora no trabalho do Despertar do Feminino Sagrado. Conheça o nosso blog: Clã Filhas da Lua.
Grande abraço, no amor da Grande Mãe.
Ana Paula Andrade